São Paulo

Sábado, 09/06/2007.Fonte: Wikipédia.

Partida: 06h30 Aeroporto Internacional Pinto Martins – FOR

Chegada: 09h50 Aeroporto de Guarulhos – GRU

Ao chegar no Aeroporto de Guarulhos, fizemos um lanche rápido e ficamos esperando o ônibus da GOL que nos levaria até Congonhas. Chegando em Congonhas, fomos direto almoçar na Liberdade (reduto da comunidade japonesa em SP), em uma restaurante chamado Bento House. Comidinha japonesa excelente. Muito legal o bairro japonês. Muitas barraquinhas de comidas típicas e produtos do Oriente, além da decoração bastante tradicional. Saindo de lá, fomos para o hotel descansar. No primeiro dia ficamos no Hotel Fórmula 1. A diária foi R$75,00. É um hotel muito bom pelo custo/benefício. Agora o café não está incluso na diária. Com essa história de tirar um cochilo, acordamos meia noite e resolvemos não sair mais. Descemos e compramos refri e um sanduba muito bom que vende no próprio hotel.

  • Bento House: Praça da Liberdade, 266 – Liberdade – SP.
  • Hotel Fórmula 1: Av. Nove de Julho, 3597 – Jardins – SP. Fone: (11) 3886-4600

Domingo, 10/06/2007

Acordamos bem cedo e tomamos o café no hotel. Como eu disse antes, o café não estava incluso na diária. A gente pagou acho que R$5,00 por pessoa na época e fomos experimentar. Não valeu a pena. Tem alguns pãezinhos, mas não tem frios. Tem só aqueles queijinhos e geléias que vem naquelas embalagens plásticas. Quem gosta de um bom misto quente no café, fique fora dessa 🙂 Enfim, depois, fomos andando pro Parque do Ibirapuera. É uma boa caminhada. O parque é muito lindo, mas pro nosso azar, ao tentarmos tirar a primeira foto, a bateria da camera acabou 🙁 Guardamos tudo só no olhar mesmo. No parque tem bicicletas pra alugar. Alugamos e rodamos bastante lá dentro. Cansativa foi a volta a pé pro hotel. Fizemos o check-out e fomos para o apartamento de um amigo. Deixamos as malas e fomos para o Mercado Municipal. Muito bom. Provei cada fruta estranha… Variedade é o que não falta. Na parte de cima do mercado tem os restaurantes. Almoçamos no Brasileirinho. Delícia de comida e tinha um choppinho escuro muito bom pra acompanhar. No mercado, é possível comer o famoso sanduíche de mortadela de sampa. Mas eu preferi a boa e velha comidinha de panela. De lá, fomos ao shopping Butantã. Nossa intenção era ficar no shopping, e depois ir ao Morumbi ver o jogo do São Paulo. Próximo do início da partida, fomos andando até o estádio. O São Paulo perdeu do Atlético (0x1) 🙁 Depois, fomos jantar na Esquina de Itaparica, lanchonete com boa variedade de sanduíches.

  • Brasileirinho: R. da Cantareira, 306 – Centro – Sao Paulo – SP Comp.: Box 6. Tel: (11) 3228-6416
  • Esquina de Itaparica: Rua Pamplona, 1793 SP

Segunda, 11/06/2007.

Acordamos, tomamos café e fomos pegar o metrô em direção a 25 de março. Foi minha estréia no metrô. Enquanto estava nele, fiquei imaginando quanto tempo levaria pra fazer o mesmo percurso, enfrentando o trânsito de São Paulo na superfície. Enfim, via metrô foi até fácil e rápido chegar. A 25 de março é um mar de gente, lojas, barracas, bugigangas, barulho e etc. Fiz umas comprinhas e depois almoçamos no Feng Shui, restaurante de comida chinesa bom e barato. Andamos a tarde inteira na 25. Só a galeria Pajé são não sei quantos andares de loja. E pra quem gosta de Os Simpsons, na galeria tem uma loja de um cara super simpático, que vende blusas estampadas com todos os personagens do desenho. Show de bola. Pegamos o metrô de volta por volta das 17hs. Descansamos as pernas e fomos jantar no Outback. Não podia faltar uma ida até lá. Adorei, como sempre! Ganhamos até um porta-retrato com nossa foto batida na hora, promoção de véspera do dia dos namorados.

Terça, 12/06/2007.

Passei o dia no Bairro do Bom Retiro. Tem muitas lojas de roupas na R. Zé Paulino. Algumas com preço bem acessível. Depois de muitas andanças, paramos pra almoçar no Hall of Prince. Self service com boa variedade de comida e preço bom. Após o almoço, ainda demos uma olhada em mais algumas lojas. Depois fomos ao Museu da Língua Portuguesa. Muito legal. Tem um painel contando a origem e evolução da nossa língua, algumas esculturas, e na época, havia uma exposição sobre Clarice Lispector. Adorei as partes interativas. Tem uma sala escura, onde fica todo mundo sentado, e as palavras vão passando no teto e depois no piso. Saindo do museu, tomei um cafezinho com pão de queijo no café da Pinacoteca, tirei minha foto em frente a Estação da Luz e caminhei um pouco no Parque da Luz, pois já estava escuro. Voltamos de ônibus e foi bem tranquilo. Pra encerrar o dia, fomos comer esfihas no Cedro do Líbano. Adorei as esfihas, a massa é ótima. E o preço, nem se fala. No dia seguinte, retornamos pra Fortaleza.

  • Cedro do Líbano:Rua Pamplona, 1703 São Paulo – SP Fone:: (11) 3887-3546

One comment

  1. Pingback: decoração

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *