11º e 12º dia: Sting e retorno a califa

25/11

Acordamos tarde depois da noitada de compras. Fomos direto almoçar no Panda Express. A tarde ainda foi de compras. Aproveitando a permanência na cidade, resolvemos conferir o show do Sting, na turnê Back to Bass.

O show estava programado para acontecer no The Colosseum, teatro do Ceasar’s Palace as 20:00 horas. Não começou pontualmente e as pessoas meio que começaram a se irritar e a bater palmas. O teatro não estava lotado. Não era permitido ficar em pé, filmar ou fotografar. Show iniciado, todo mundo sentadinho, curtindo o show na paz e eis que começo a me irritar com uns solavancos que recebo no assento. Viro para trás para encarar a pessoa e vejo a figura muito obesa conversando com uma mulher, com os joelhos espremidos entre os assentos, bastante desconfortáveis e para minha surpresa, falando português. Sim, era brasileiro. Aliás, é muito comum encontrar brasileiros, não só em Vegas, mas em qualquer parte do planeta. Como eu poderia reclamar vendo a pessoa tão desconfortável? Virei e me concentrei na música.

Las Vegas15.

Definindo grosseiramente os turistas de Las Vegas baseado nas minhas observações eu resumiria da seguinte forma: 30% orientais, 30% árabes, 30% latinos e 10% outros. Assuntos estatísticos a parte, adoramos o show. E no final, Sting ainda voltou para cantar Message in a bottle e o público delirou. Então, ficamos de bobeira esperando a ligação de nossos amigos que nos encontrariam pós show. E nada deles ligarem, o que nos deixou bastante preocupados. Estávamos com um chip de operadora local para facilitar a comunicação. Resolvemos espera-los no Outback e eis que meia hora depois eles conseguiram nos ligar e narraram à dificuldade que foi encontrar um telefone público, o que foi até cômico.

Las Vegas17.

Da mesa na qual estávamos era possível ver o espetáculo de fogo que acontece na entrada do The Miráge. O espetáculo dura cerca de 04 minutos e mostra o vulcão cuspindo fogo e derramando lava em shows diários que acontecem a cada 15 minutos. A erupção é acompanhada de uma trilha sonora intensa e de estrondos. Ah e o fogo é real. Após merecido chopp e jantar, era hora de dormir, pois amanhã tínhamos uma longa estrada pela frente.

Las Vegas18.

26/11

Acordei cedo para literalmente enfiar as coisas na mala, pois estávamos a apenas uma hora e meia do horário do check out. Foi bem corrido, tenso, mas deu tempo resolver tudo. Paramos no Mc Donald’s para tomar café e seguimos até o balcão da Alamo para incluir nosso amigo como motorista extra, uma vez que no dia no qual pegamos o carro, ele estava sem a habilitação. Falando nela, você pode dirigir normalmente nos EUA com sua habilitação brasileira.

A Permissão Internacional para Dirigir (PID) para guiar em outros países é apenas recomendável, mas não é obrigatório. Com a própria habilitação brasileira, o condutor poderá guiar nos 130 países que formam a Convenção Internacional de Tráfego Rodoviário de Viena, o Principio de Reciprocidade entre países e nos Estados Unidos. Neste caso, é necessário também ter o passaporte em mãos.

Las Vegas19

Algumas comprinhas de última hora e lá se fomos nós para Newport Beach – CA, encontrar alguns amigos. Paramos uma única vez para usar o banheiro e forrar o estômago. Nossos amigos motoristas estavam incomodados com um ajuste no banco que não conseguiram fazer e apenas nessa parada, com a ajuda de um senhor, foi possível deixar o assento mais confortável.

Lembram-se da senhora que puxou assunto conosco no dia anterior? Ela nos alertou sobre o trânsito que pegaríamos na ida para a Califórnia em virtude do retorno dos americanos do feriado de Ação de Graças. Dito e feito.

Las Vegas20

Chegamos bem e em paz na califa. Fomos recebidos com uma maravilhosa pizza da pizzaria na qual nosso amigo anfitrião trabalhava. O ap era dividido por uma galera massa que há meses não víamos cujos laços de amizade datavam de tempos. Foi momento de reencontros, um até inesperado. Rolou um bate papo massa até a madrugada com gente de todo lugar que a cada hora aparecia e adentrava a sala do apartamento com ares de república. Altas histórias, perrengues e conquistas da galera que resolveu desbravar outro país e abandonar, ainda que por alguns meses, a zona de conforto. Violão, cantoria, bebida e conversa animaram a noite e a madrugada.

  • Panda Express: 3825 S Maryland Pkwy, Las Vegas, NV 89119, Estados Unidos
  • The Colosseum: 3570 S Las Vegas Blvd, Las Vegas, NV 89109, Estados Unidos
  • Outback:  3411 S Las Vegas Blvd, Las Vegas, NV 89109, Estados Unidos